sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Verão!

      Os dias de sol chagaram acho que vou pegar uma praia, ficar bronzeada, quem sabem pegar uma onda dançar um mambo tentar um técnica diferente , eu vou aproveitar o sol, aproveitar o verão.  Pegar uma  piscina, eu sei que estou meio pálida, preciso de uma cor, amarrar o cabelo por que está na hora de aproveitar o verão, vou colocar um óculos escuro meu chapéu panamá  novo,  um vestido florido e rodado, vou segurar meus chinelos e passear pela praia, vou tentar uma técnica diferente.  Talvez eu encontre alguém para ver estrelas comigo esta noite, por que é verão!


       E é hora de tirar o mofo do armário, abrir as janelas, colocar as cadeiras para fora e ligar o ventilador. Pequem as mangueiras e as bolas de sabão, vamos pegar um sol no parque, levar a cachorrada pra curtir e correr livremente.  É hora de dançar, usar aquele shorts desbotado e jogar alguma coisa no final da rua, o vagalumes irão adorar a brincadeira, por que é verão. Pequem suas bicicletas das garagens, e seus fones de ouvidos, agora é hora de ligar um reguee, olhe esse visual todo, esse céu azul, é verão,  vamos curtir, aproveite é verão!   Uma nova estação e o sol está chamando lá fora! Esqueça tudo agora é verão!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Despedida

           Tem gente que agente conhece e faz amizade, conversa, conta os segredos, tira fotos, dá risada e chora junto, cria histórias, laços, tem lembranças pra toda a vida, mas tem gente que é diferente, que além de fazer, amizade, contar segredos, tirar fotos, rir e chorar, criar histórias e laços, tem gente que entende agente só de ver, tem gente que conversa pelo olhar e sabe exatamente o que está dizendo sem problemas de comunicação, tem gente que parece agente, com os mesmos gostos, ou nem tanto, tem gente que te ajuda, te defende e te fala que não gostou do que você fez e você nem briga por que sabe que te conhece mesmo, é para essa pessoa que você liga as duas ou sete da manhã para contar que aquele carinha te deu bola, que você não aguenta mais de saudade dele, ou que você fez uma coisa, e ela já vai saber que foi cagada!
                Eu encontrei uma pessoa dessas, é ela e incrível, é delicada e forte ao mesmo tempo, é linda e humilde, fala baixinho, mas defende quem ela ama com todas as forças, ela é incrível e nem come verdura,  e morangos só na primavera. ela foi muitas vezes meu porto seguro, e os ombros que me acolhiam quando eu precisava de um amigo, ela foi generosa e me fez entender um pouco mais sobre os verdadeiros amigos.
e agora chegou o momento de dizer adeus, e isso me corta o coração pois leva um pedaço importante do que eu me tornei, esse é o momento que vou me perguntar: como vai ser sem ela aqui? como vou me sair? quem vai me ouvir e me dar colo pra chorar? quem vai rir e se indignar com a depravação dessa juventude? quem vai ser a minha amiga? quem vai ser minha melhor amiga?
                  hoje quero dizer pra você que te amo muito e que já sinto toda a falta que você vai fazer, agora estou me segurando para não chorar pensando em tudo que agente passou e em tudo a falta que você vai fazer na minha vida, pensando em tudo que significa pra mim, e como Deus foi maravilhoso me enviando você e permitindo ter um espaço no seu coração. sentirei saudades, mas nunca vou esquecer de tudo que fez por mim, de tudo que fizemos junto e de que é uma das criaturas mais lindas que eu conheço, Jujubinha te amo e sentirei sempre sua falta, obrigada por ser minha amiga, minha melhor amiga!


quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Vinte e poucos

                               Entre os meus cliches e toda essa velharia, entre todo esse tom retro, e meus yeyeyes, eu parto para o futuro, eu sei já tenho meus vinte poucos e não é tão simples assim, esse tom hitec, e a nova tecnologia, me confundem, e toda essa deturpação do colorido, eu sou da epoca que ser  diferente era legal, não essa vergonha utrapassada, eu sou da epoca que hipes , Vila Sesamo, e Muppets eram um passado bem divertido  de lembrar, eu ouvia ABBA, Be Dis e Frank Sinatra no natal. agora eu fico ouvindo todas essas coisa velhas e vendo quanto tempo passou, quanto tempo vai passar e que amanhã eu vou me sentir mais velha do que hoje e depois de amanhã mais ainda. então eu começo a pensar que meus vinte poucos são poucos  mesmo, e desafio a noção do tempo, para me fazer parte do presente, com todos os seus cliches, velharia se yeyeyes, desafiando de vez a noção de tempo, pra entender que crescemos, temos vinte poucos, com casamentos, filhos, garotões e titias, temos vinte e poucos com a liberdade que sonhavamos aos dezoito e com uma cabecinha mais desenvolvida. temos vinte e poucos e daqui a pouco não teremos mais, então é hora de aproveitar por que daqui a pouco iremos querer ter a nossa liberdade, o nosso corpo, só não a nossa conta que espero melhorar nos trinta e poucos, tenho vinte poucos e estou ai esperando uma loucura qualquer, pra tentar enquanto ainda tenho tempo mas, se não der não dá nada por que eu tenho só vinte e poucos.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Diario de Bordo


        depois de um tempo você começa a mostrar o que te fez triste, o que não ficou tão exposto. Bom quando estou triste eu escrevo e isso me faz um bem danado, e alguns textos eu não posto por serem pessoais demais, mas hoje passei pela lista de textos ocultos e resolvi postar esse aqui, fiz um tempo atraz, e era o que eu realmente estava sentindo, eu realmente gostei do resultado e acho que não tem problema mostrar ele por aqui. deixando um pouco do orgulho e da vergonha de lado.

Eu quero ter a calma que me falta nos momentos em que estou só
Eu quero ver estrelas que só encontro quando olho bem fundo dos seus olhos
Eu quero retomar esta história e escrever um outro final
Eu não me importo com o que digam
Mas depois que você se foi meu céu se tornou cinza novamente
E eu definitivamente não gosto daquelas nuvens

Mas você foi tão decidido que eu também achei que fosse o melhor pra nos dois
Mas agora eu me pergunto: isso fez bem pra você?
Se fez eu acho que tem alguma coisa erra e eu estou ficando louca
Por que você pensou em mudar todos os planos só pra ficar perto de mim
Mas depois daquela viagem você desistiu de tudo
O que aconteceu, o que deu errado em tudo isso?

Eu sei que a nossa historia é comum sem pontos emocionantes
Mas eu não quero pontos emocionantes
Eu quero a verdade, e a verdade é quando isso acabou eu perdi a coisa boa
Em toda essa coisa chata que eu estou vivendo
Não sei se você sente a mesma coisa, ou se está melhor assim
Ou  quem sabe sou só eu e você nem se  lembra de mim
Mas eu ainda lembro de você todas as noitesQuando a única coisa que não escuto é o telefone tocar
E é, percebo que ainda sinto sua falta